sábado, 12 de maio de 2012

Gravidez no Paganismo

Estive pesquisando e percebi que existe pouco material falando da gravidez em si no paganismo, existe muita coisa falando de prosperidade e fertilidade que estão associados, mas pouca coisa sobre o período de gestação e o parto. O que é um pouco irônico, já que em muitas tradições a principal representação da Deusa é a imagem dela grávida.
 A gravidez é um período de espera. O período necessário para que outra vida se forme e venha ao nosso mundo, mas não é uma espera ociosa, existem muitas coisas a serem feitas tanto no plano físico e material quanto no espiritual. No plano físico, há toda a preparação para a chegada do bebê, as mudanças no corpo da mãe e na rotina do casal. Na espiritualidade, muitos também se agitam, guardiões se agitam para proteger a mãe durante a gestação e outros se preparam para proteger a criança depois do nascimento.
No paganismo, é comum que uma divindade feminina assuma a proteção e a regencia da gestação. Existem rituais para se determinar ou descobrir qual deusa irá reger a gravidez. A minha preferência é que a divindade se aproxime por afinidade com a mãe e principalmente com a criança.
 Rituais de proteção podem e devem ser feitos para proteger a criança. Se a mãe for reikiana, ela pode aplicar reiki. Pode-se também bordar símbolos de proteção e crescimento nas roupinhas ou desenhá-los sobre a barriga. Usar cristais e pedras como o quartzo rosa para passar energia ao bebê. Fazer os esbaths e sabbaths normalmente, e qualquer outro ritual nomralmente (só se atentando para rituais de energia mais pesada que poderiam interferir na gravidez) .Existem muitas coisas que podem ser feitas dentro do paganismo e bruxaria para tornar a gravidez mais especial ainda.
A mulher deve prestar muita atenção em sua intuição que estará muito aguçada. Meditação e relaxamento podem e devem ser feitos. Descobri qual deusa está regendo minha gravidez numa dessas meditações, ela se apresentou sozinha e deu vários conselhos. Como em qualquer outra meditação ou ritual, anote tudo em seu Livro das Sombras.
 Aqui vão algumas dicas para ter uma gravidez tranquila:
• Não veja a gravidez como indesejada. Você está gerando vida.
 • Diminua o ritmo de suas atividades o quanto for possível. Faça ioga, relaxamento, tome florais, etc
 • Tenha uma relação tranquila com o pai do bebê, estando juntos ou separados.
 • Preste atenção a sonhos e á sua intuição
. • Realize um ritual de bênção pré-natal indo em algum lugar dentro da natureza (um bosque, à beira de um rio ou cachoeira), preparando um pequeno altar com itens naturais e algo que represente a fertilidade. Apresente-se aos elementais, aos guardiões dos quatro pontos, às divindades que desejar, e agradeça por esse momento, pedindo todas as bênçãos possíveis para o seu bebê que irá nascer. Cante, medite, relaxe. Siga seu coração. Deixe algo do altar como oferenda à natureza, mas atente para que seja algo natural também, que não polua o ambiente. Posso ser trigo, folhas, enfim, o que você achar melhor.
 • Borde em suas roupas de maternidade e nas roupas do bebê, simbolos de amor e proteção.
 • Leve a imagem de alguma deusa protetora do parto (Ísis, Tauret, Bast)
• Com a proximidade da data prevista para o parto, você poderá montar um pequeno altar com imagens de deusas protetoras, uma taça com água, símbolos de proteção e fertilidade, incensos de rosas e lótus, objetos de poder da mãe, amuletos de proteção e o que mais a futura mãe quiser.
• Se quiser seguir uma antiga tradição, pode enterrar a placenta embaixo de uma árvore frutífera, onde futuramente também serão acrescentados o cordão umbilical, o cabelo e as unhas do primeiro corte. • Antigamente, era comum plantar uma árvore para cada filho que nascia. Se você tiver essa possibilidade, não a desperdice.

 Fonte: http://witchclubhouse.blogspot.com.br/2010/05/vida-paga-gravidez.html e acervo pessoal.

2 comentários:

Filha do Vento disse...

Também sou bruxa solitária e estou grávida e este artigo me ajudou bastante quanto a forma de vivenciar este momento. Obrigada.

Schelly Santiago disse...

Sou bruxa, doula e aprendiz de parteira na tradição! Grata por compartir! Meu aprofundamento é todo nisso, junto com o yoga e cuidados naturais. Resgatando <3